Transformação educativa no Sol Nascente/Pôr do Sol

Compartilhar:
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Estrutura terá investimento de R$ 10,2 milhões vai se juntar a duas creches e uma escola já entregues na região administrativa; terreno era utilizado para despejo irregular de resíduos sólidos. Foto: Renato Alves/Agência Brasília.

 

Sol Nascente/Pôr do Sol receberá escola para 1,4 mil alunos em antigo lixão

 

Brasília – O Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou o início da construção de uma nova escola no Sol Nascente/Pôr do Sol, marcando um avanço significativo na infraestrutura educacional da região. Com um investimento de R$ 10,2 milhões, o Centro de Ensino Fundamental (CEF) 601 será erguido no local que antes era utilizado como um depósito irregular de resíduos sólidos.

A iniciativa faz parte do compromisso do governo de transformar a área em um centro educacional completo, integrando-se às duas creches e uma escola já entregues na região administrativa. Prevista para atender 700 alunos por turno, com capacidade total de 1,4 mil estudantes do sexto ao nono ano do ensino fundamental, a escola contará com 20 salas de aula e uma área construída de 5.110,16 m².

Transformação educacional e social

Ao assinar a ordem de serviço, o governador Ibaneis Rocha destacou a importância da educação e saúde como prioridades do governo. Além da escola, está prevista a construção de uma unidade básica de saúde (UBS) próxima ao local, reforçando os serviços essenciais para a comunidade.

“É um avanço imenso na educação. Esta escola não só proporcionará educação de qualidade, mas também transformará o ambiente que antes era degradado em um espaço de aprendizado e crescimento para nossas crianças”, afirmou Rocha durante o evento.

Infraestrutura e benefícios

O CEF 601 será construído em três pavimentos, incluindo espaços dedicados para artes, música, leitura, artes plásticas, grêmio estudantil e apoio pedagógico. A escola também contará com cozinha industrial, refeitório, vestiários, salas administrativas, pátio coberto, laboratórios, castelo d’água, central de gás, bicicletário, guarita, estacionamento, parquinho infantil e quadra de esportes coberta.

Impacto na comunidade

Estrutura terá investimento de R$ 10,2 milhões vai se juntar a duas creches e uma escola já entregues na região administrativa; terreno era utilizado para despejo irregular de resíduos sólidos. Foto: Renato Alves/Agência Brasília.

O secretário substituto de Educação, Isaías Aparecido, enfatizou que a construção da escola atenderá diretamente às necessidades locais, eliminando a necessidade de transporte de alunos para outras regiões administrativas e melhorando o acesso à educação. Moradores como Claudinete Oliveira, autônoma na região, destacaram os benefícios da iniciativa para o desenvolvimento local.

Claudinete Oliveira, moradora: “Vai ser uma paisagem melhor e um local de ensino para todas as crianças, todos os filhos e moradores e futuros netos aqui do Sol Nascente”

“Aqui era um grande lixão, e agora teremos não só uma limpeza ambiental, mas também um espaço educacional que beneficiará todas as crianças e futuras gerações do Sol Nascente”, observou Claudinete.

Futuro educacional

De depósito irregular de resíduos a espaço para educação: objetivo do GDF é reforçar a infraestrutura da região | Fotos: Renato Alves/Agência Brasília

Além do CEF 601, o governo planeja licitar a construção de um Centro Educacional (CED) na Quadra 700 do Sol Nascente, ampliando ainda mais as oportunidades educacionais na região.

Compromisso com o desenvolvimento

O projeto demonstra o compromisso do GDF em promover um desenvolvimento sustentável e inclusivo, proporcionando infraestrutura essencial e oportunidades educacionais para todos os cidadãos do Distrito Federal.

No data was found

Mais lidas

Semob e PCDF firmam cooperação para uso de...
Tororó: Renovação ambiental garante futuro...
Espanha conquista quarto título na Eurocopa